terça-feira, 8 de setembro de 2009

Pupunha: Alternativa Renda para Agricultura Familiar

Inserir o cultivo de pupunha na agricultura familiar. Foi com essa proposta que o Secretário de Agricultura do Estado da Bahia, Roberto Muniz, visitou na última semana a unidade de cultivo e industrialização de palmito de pupunha da empresa Inaceres, em Uruçuca.

O governo estuda a viabilidade da cultura na agricultura familiar em 20 municípios do sul da Bahia, através de fontes de fundos de financiamento, como o Pronaf ou PAC, e em parceria com a companhia Inaceres – uma das maiores empresas de pesquisa, produção, industrialização e comercialização de palmitos cultivados - que garante a compra de 100% das hastes produzidas pelos pequenos agricultores e ainda oferece assistência técnica e capacitação.

De simples manejo e baixo custo de manutenção, a pupunha é uma cultura perene, que oferece rendimentos mensais, podendo chegar a R$ 4 mil por hectare, ano. Além disso, o palmito de pupunha é uma cultura sustentável, não necessita de grandes áreas, é de simples manejo, possui alta produtividade e pode ser plantado a céu aberto, em áreas de pastagens degradadas, por exemplo.

Hoje, a Inaceres mantém em seu sistema de integração cerca de 140 agricultores. Além disso, a empresa conta com 4 fazendas próprias que geram mais de 300 empregos diretos na região, com investimentos de mais de R$ 20 milhões.

Na visita à unidade da Inaceres, em Uruçuca, também estavam autoridades como o prefeito de Ilhéus, Newton Lima; o prefeito de Uruçuca, Moacir Leite; o deputado estadual, José Carlos Araujo; o secretário municipal de agricultura, Fernando Figueiras; e os vereadores, Eri Guimarães e Magnólia Barreto.

Fonte: www.portaldoagronegocio.com.br

Um comentário:

Fatima Zanin disse...

Que boa noticia,importante iniciativa.

Postar um comentário